9 de junho de 2010

Insegurança

A água esquenta meu corpo...
o cheiro de erva doce
adoça a pele rosada.
Sinto tudo,
mas não vejo nada.
Não consigo me ver no reflexo...
onde está o espelho?
O vapor embaça meus olhos,
enquanto a toalha branca, macia,
escorrega por minhas pernas
e descansa no chão frio.
Meus dedos enrugados
desembaraçam os cabelos molhados...
enquanto meus pensamentos, tristes,
fazem brotar lágrimas...
onde você está de verdade?

8 comentários:

Paulo-Roberto Andel disse...

100% suculência!

Rafa disse...

Tava com saudade dos post's!
Que sensibilidade... Post Lindo,lindo,lindo!

"a expectativa, os planos e as promessas. Se nós soubessemos, se eu soubesse, se quisesse saber... Quando o que é muito se torna pouco pra depois transformar novas vibrações em novas esperas ansiosas, angustiantes e irritantes...essa pressa pra que aconteça logo tudo.Se desse pra perceber antes que o melhor de tudo é esse mistério da espera!
O corpo está calmo e os pensamentos meio parados??
Hora de aproveitar tudo e beber até o último gole daquela água."

Fica bem =)!

karen Sheila disse...

Te enrrola nessa toalha, amarra esse cabelo e vai atrás do espelho!

Carlos Augusto Matos disse...

Te seguindo no Twitter...

Bjuxxxx

Carlos Augusto Matos disse...

O mais perto de vc do que vc imagina... Não espere, ele chega quando vc menos esperar...

Bjuxxxx

karen Sheila disse...

A essa altura acho que o cabelo da menina já até secou e virou um fuá né? pelo menos já deu pra enxergar melhor????? =*

romanisbetter disse...

COnfesso que cheguei ao blog porque o desenho me chamou a atenção... gostaria de saber a fonte.

Alexandre disse...

Mulheres inteligentes que, num lapso vindo num átimo, queiram entender o universo masculino têm à disposição um filme propício para isso: A Todo Volume.

Saiba mais: http://domaugostodamateria.wordpress.com