17 de setembro de 2009

Ruídos na comunicação

Sempre digo que a internet é terra de ninguém. Temos vários corajosos” que extravasam online pois não precisam mostrar cara, nem ter nome e assim fica fácil... Penso o seguinte, se não é fácil julgar as pessoas que conhecemos, convivemos e estamos sempre juntos, o que leva esses seres a achar que podem sair fazendo julgamento de quem eles nunca viram... complicado, realmente complicado.

Na época do poeta Gentileza a máxima era “gentileza gera gentileza”, hoje, nesse nosso mundo globalizado acho que gentileza anda gerando é desconfiança. Ter educação com as pessoas, dar atenção e respeito abre brechas para as piores interrogações. O “barato” é ter um nick fake – normalmente algo que remeta a agressividade – escolher um ou mais alvo e mirar toda a irá para atormentar. A palavra, tanto escrita quanto falada, é algo muito poderoso que nós, seres humanos, temos. Depois da internet nosso poder de comunicação foi banalizado. Qualquer um diz qualquer coisa para qualquer pessoa a qualquer momento, isso seria muito útil e saudável se o bom senso reinasse... mas como não é o caso, vivemos a beira do caos. Quando um boato se espalha, por mais absurdo que pareça, se não se agir rápido pode-se perder o controle... já vimos o dólar desvalorizar por causa disso e empresas terem seus valores reduzidos também. Claro muitas pessoas sabem disso, mas ainda não há solução, a não ser ter muita calma e foco para colocar os pingos nos “is”.

Em um dos meus filmes preferidos, Kill Bill volume 2 – existe um diálogo no final que expõe que o alter-ego do Super-Homem, Clark Kent, é na verdade um crítica aos humanos. Um jornalista inseguro, que esconde por trás de óculos e não sabe lidar com seus sentimentos. Talvez seja isso mesmo, a fraqueza geral é não controlar o poder das palavras, esse dom único da comunicação...

Explicação de Bill - “Como sabe, sou fã de quadrinhos. Especialmente os de super-heróis. Acho toda a mitologia que envolve os super-heróis fascinante. Por exemplo, o meu super-herói favorito, o Super-Homem. Não é um grande quadrinho, nem particularmente bem desenhado. Mas a mitologia... a mitologia não só é grande, mas é única. (...) Um elemento principal na mitologia do super-herói é que temos o super-herói e temos o alter-ego. O Batman é na verdade Bruce Wayne, o Homem-Aranha é Peter Parker; tem de vestir um uniforme para se transformar em Homem-Aranha. E é nessa circunstância que o Super-Homem é único. O Super Homem não se tornou no Super-Homem. O Super-Homem nasceu Super-Homem. Quando o Super-Homem acorda de manhã, já é Super-Homem. O alter-ego dele é Clark Kent. O seu uniforme com o grande "S" é o cobertor que o tapava em criança, quando os Kents o encontraram. É a roupa dele. O que o Kent usa, óculos, o fato com que trabalha, isso é que é o disfarce. É o que o Super-Homem usa para se misturar entre nós. Clark Kent é a maneira como o Super Homem nos vê. E quais as características de Clark Kent? É fraco, inseguro de si próprio, é covarde. Clark Kent é uma critica do Super-Homem sobre toda a raça humana.”

26 comentários:

marina disse...

OI BRUNA ADOREI O SEU POST. SEI Q VOU ESTAR SEMPRE ANTENADA POR AQUI.
GOSTO BASTANTE DA MANEIRA COMO VC ESCREVE E SEI Q VOU TIRAR MUITAS LIÇÕES PRO MEU DIA DIA. MANDA BEM VC VIU?
AGUARDANDO O PRÓXIMO OK?
BJS DE AJU/SE

Haline disse...

Nossa bruna adorei seu post concordo em genero número e grau com o post todinhooo!!!...mt bomm!!!

bjuuu

MCris disse...

Bom dia Bruna, gostei do post, sou nova nesse negócio de net e estou tentando aprender, e visitar blogs de pessoas inteligentes como vc só me acrescenta experiência, parabéns e sucesso

Jullyanne disse...

Olá Bruna, sábias palavras as suas, infelizmente as pessoas não tem noção do poder das palavras, mas também o que esperar de pessoas que usam do anonimato para falar algo?!
Enfim, parabéns pelo post, aliás adoro seus textos... ;)
Beijocas.

marina disse...

Boa tarde

silvana disse...

Parabéns Bruna pelo texto.

Realmente, conheço alguns humanos que escondem a sua insegurança e, o mais grave, os distúrbio de caráter camuflados por detrás de máscaras.

Anônimo disse...

Bruna é primeira vez que entro aqui, o seu post é maravilhoso. Nossa como vc escreve bem. Queria ter este dom. Parabéns Bruna sou sua fã.

Margarut disse...

Análise perfeita! Suas impressões sobre os fatos nos são muito úteis Bruna. Estou acompanhando com expectativa a cada post! Beijos

Graça disse...

Q bom BRUNA!!!!....amei conhecer esse seu espaço....mt lindo td q vc postou aqui...agora estarei visitando por aqui tbm.

Beijos Cherry....

Sara Cury disse...

Adorei seu post e capitei sua mensagem...

Essa sua inquietude que te faz uma pessoa tao especial...

Beijos,

rosane disse...

Bruna afaste a nossa Fofura desse homem asqueroso, ele que provocou esse reboliço na vida da Fran, postando essas fotos no Orkut. Fran merece um homem melhor.

Rosangela disse...

Maravilhoso seu post Bruna, aliás, como tudo que vem fazendo!

Tudo de bom pra vc e já estou aguardando o proximo.

Ótimo fim de semana pra vc!!!

Ah!!! me identifiquei muito com o post sobre os fumantes, ai que eu nao consigo largar de jeito nenhum...mas vou superá-lo um dia, espero!!!

Bjs Bruna

Anônimo disse...

BRUNA, fiz um comentário no outro halos pra você. Gostaria que lesse. Seria mais ou menos parecido com o que faria neste.
Beijos
Ana Maria

lmofilho disse...

Boa idéia menina, deixe as almas penadas do twittir falando sozinhas.
Ah, tem um livro novo na praça , é sobre a família Carvalho, escrito pelo TUTA, compra um para certo amigo seu.

Abraços

hope disse...

X Files é meu seriado preferido. Em um dos episódios, um personagem disse a seguinte frase:

"Embora talvez não estejamos sozinhos no universo, segundo a maneira de ser de cada um de nós, neste planeta, estamos todos...sozinhos."

O que quero dizer com isso é que talvez o Clark não seja suficiente para construirmos uma crítica a natureza humana. Talvez isso fosse minimamente possível se juntássemos os dois: clark e superman. Porque mesmo que pareçamos parte de tudo que compõe esse planeta, às vezes nos damos conta que estamos tão sós (como o superman).

aconsuelo2010 disse...

adorei este blog vou vir visita-lo


mais vezes vc disse tudo nsse texto

ana consuelo bispo disse...

adorei este blog vou vir sempre visita-lo adorei seu texto

Mari disse...

Parabéns Bruna,
Admiro muito tudo o que você escreve, bem como sua maneira discreta de trabalhar, o que tem dado bons resultados. Torço muito por você. Beijos

Anônimo disse...

Vc escreve muito bem...adorei! Já pensou em escrever roteiros para teatro...vc poderia escrever uma peça " o mundo encantado de Fran" e a Fran seria a interprete..essa seria uma ótima parceria...fica a dica. Vc tem muito talento para literatura. Bj Clarice/SC

Ane disse...

OI !BRUNA
Adoro suas respostas inteligentes.

BJSSS

ANE-RJ

maria elisa disse...

Nossa Bruna, amei tudo que escreveu.Concordo tbm.
Cara babaca.
Adorei conhecer seu blog.Virei mais vezes.
Ah! Bruna não deixa a Fran viajar mais sozinha.
Bjs.
Sucesso e Felicidade sempre.

Anônimo disse...

Bruna

Adorei o que voce escreveu, como usa bem as palavras é uma escritora nata, tenho certeza que ainda ouviremos falar muito em vc.

Leda Procopio disse...

É evidente que alguma coisa esta faltando,as pessoas precisam de algo mais e é algo muito importante!!! Desculpa tar invadito seu espaço,mas gosto muito de uma boa leitura,principalmente se me leva a pensar!BRUNA sua beleza(também)esta no seu carater.OBRIGADO POR TUDO! bjs lêda bh

Celia disse...

Como vai Bruna?
Só conhecia vc como assessora de Francine mas hj entrando em um blog me deparei com esse texto seu.
Se eu tivesse a sua idade eu diria caraaaaaaaaaaaa...Como vc escreve!!!Que texto profundo...
Sempre que encontro alguem jovem que sabe o que fala ou escreve me alegra muito.Sabe pq? Tenho um filho de 24 anos q está indo embora do Brasil...Ele é inteligente...sensivel...culto...masssssssss...tem três tatuagens.E por isso o mercado de trabalho nesse Pais mediocre e preconceituoso ele não se encaixa.
Bjos grandes e carinhosos prá vc querida. Celia Prado

Anônimo disse...

Bruna, se não fosse minha afilhada fuxiqueira, não saberia que tu tens esse blog! Saibas que aprendi a gostar de ti como da Fran, embora que provavelmente nunca iremos nos conhecer pessoalmente. Amo pessoas que têm o dom de saber se expressar com a arte das palavras. Isso demonstra a sensibilidade do saber viver e se conhecer por meio de uma das melhores coisas da vida, a expressão! Aprendi a admirar teu jeito e tua postura em meio a tantas situações difíceis e absurdas; pressões, cobranças e desconfianças por todos os lados... não é para qualquer um... A melhor resposta é às vezes a educação, outras a indiferença, mas principalmente os resultados obtidos com esmero e competência! Sucesso para vocês duas!
Bjos carinhosos.
Isabel

marlei disse...

BRUNA ,DISSE TUDO OQUE EU QUERIA DIZER